O Programa Estadual Parques Urbanos, do Governo do Paraná, garante lazer, desenvolvimento sustentável e conservação ambiental. Lançado em 2019, o programa recebe investimentos de R$ 46,8 milhões,  já iniciou em 21 municípios e chegará a 46 cidades.

A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo aprovou a implantação dos parques. O programa é realizado pelo Instituto Água e Terra.

O secretário Márcio Nunes afirma que, além de conservar o meio ambiente, os espaços podem promover o turismo local. “Esse programa tem como objetivo primordial a conservação e conscientização ambiental. Esses novos espaços precisam ser vistos por todos para promover o turismo e o desenvolvimento sustentável dos municípios”, disse.

INCENTIVAR – O Parques Urbanos pretende incentivar a criação de parques em regiões de fundo de vale ou áreas com ações erosivas. Uma das características comuns às áreas de Fundo de Vale é a presença de recursos hídricos, o que aponta para a existência de Áreas de Preservação Permanente Ecológica (APP).

De acordo com a arquiteta e urbanista do Instituto Água e Terra, Tatiana Nasser, com a criação das cidades e o desenvolvimento e o avanço dos centros urbanos, surgem práticas com impacto negativo, como ocupação irregular, inundações, deposição de resíduos, erosão.

“A implantação desses parques surge como uma alternativa de minimização dos impactos negativos da expansão urbana e de controle de cheias, transformando o espaço em equipamento público de lazer e manutenção dos recursos hídricos existentes”, explica José Luiz Scroccaro, diretor de Saneamento e Recursos Hídricos do Instituto Água e Terra. Fonte: Aenpr / Arte ilustrativa: SEDEST.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui