A secretária municipal de Saúde de Cornélio Procópio, Angélica Olchaneski, projetou para os próximos quinze dias a reabertura do restante das unidades básicas de saúde do município (UBS) fechadas devido à pandemia. Ainda seguem sem atendimento ao público as unidades da Vila Independência e Jardim Progresso.

A maioria delas teve  que interromper o atendimento ao público, com a Secretaria Municipal de Saúde promovendo o redirecionamento de pacientes para outros pontos de atenção que permaneceram  funcionando no município, principalmente o Posto de Saúde Central. As medidas, segundo ela, foram tomadas devido à carência de funcionários para a área.

A chegada da pandemia da Covid-19 exigiu que  providências fossem tomadas de imediato, com a administração tendo que programar posições urgentes para suprir as demandas em áreas prioritárias. Entre elas,  a Unidade de Atendimento Respiratório (UAR) e a campanha de vacinação, atividades que ainda requerem pronto  atendimento.

“Nesse primeiro momento, com a equipe desfalcada, foi preciso que tomássemos essa atitude para contar com os profissionais dessas unidades nos auxiliando em outras frentes. Embora os postos não estejam abertos, todas as atividades estão sendo cumpridas com as enfermeiras realizando as visitas e acompanhamento dos pacientes”, informou a secretária.

Explicou que atividades como a vacinação, por exemplo, exigem, além das aplicações do imunizante,  outros comprometimentos como a parte burocrática. Assim, funcionários como a enfermeira do Jardim Progresso, vêm sendo imprescindíveis nesse trabalho. Disse que outros profissionais de modalidades como o Processo Seletivo Simplificado (PSS) estão sendo convocados para suprir essas necessidades. Fonte: Assessoria / Foto: PMCP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui