Decisão judicial liminar em Nova Fátima, no Norte Pioneiro do estado, obrigou um homem de 31 anos infectado por coronavírus a permanecer em isolamento domiciliar. A decisão atende pedido formulado em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça da comarca.

Mesmo após a confirmação da doença por teste e a consequente determinação de quarentena – inclusive de sua família – pelas autoridades sanitárias, o homem foi visto perambulando pela cidade, chegando inclusive a fazer compras em um mercado, razão pela qual o MPPR o acionou judicialmente.

A decisão estabeleceu multa de R$ 20 mil para cada ato de descumprimento do isolamento, que deve perdurar até esta última segunda-feira, 17 de agosto. Fonte: Assessoria de Comunicação MPPR / Foto: Pixabay. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui