A partir desta quinta-feira (16/04), o uso de máscara de proteção contra o novo coronavírus (Covid-19) é item obrigatório a todo cidadão que estiver fora do domicílio em Apucarana. Sem o equipamento de proteção individual, a pessoa não poderá embarcar no transporte público coletivo e ter acesso ao terminal urbano, utilizar o serviço de táxi ou transporte compartilhado de passageiros, nem mesmo ter acesso e permanência em qualquer estabelecimento comercial ou repartição pública da cidade.

A exigência está prevista no artigo 4º do Decreto Municipal nº 150/2020, de 8 de abril, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública, de importância internacional, decorrente do novo coronavírus e tem como intuito evitar a transmissão comunitária da COVID-19.

Além de máscaras descartáveis, poderão ser utilizadas máscaras de tecidos laváveis, confeccionadas manualmente conforme nota informativa do Ministério da Saúde. “Desde a segunda-feira realizamos um amplo trabalho de divulgação e esclarecimento, alertando a sociedade sobre a necessidade e obrigatoriedade desta proteção. Ninguém pode alegar que não sabia. É responsabilidade de todos seguir as novas normas”, pontuou o prefeito Júnior da Femac.

Júnior lembra que a medida já vem sendo seguida por funcionários de repartições públicas e privadas no desempenho das atividades. “Agora a medida abrange a toda população. Não tem mais escapatória, é por aí que vamos nos livrar desta doença. Três coisas temos que fazer a partir de agora a todo momento: usar máscara, lavar as mãos e ficar em casa o máximo possível”, reforçou o prefeito.

As 150 mil máscaras de tecido adquiridas pela prefeitura para serem distribuídas à população devem ficar prontas a partir da próxima semana. “Já definimos o modelo e a forma de aquisição. Serão brancas e com elástico. Será uma máscara confortável, fácil de lavar e durável. Vai ficar pronta na terça ou quarta-feira da semana que vem”, informou, frisando que a logística de distribuição ainda está sendo elaborada.

Fonte: Assessoria / Foto: Pixabay

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui