O Tribunal do Júri de Carlópolis, no Norte Pioneiro do estado, condenou um homem a 51 anos e 27 dias de reclusão por três tentativas de homicídio e a 6 meses e 15 dias de detenção por descumprimento de medida protetiva. O réu foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça da comarca, pelos crimes cometidos em 24 de dezembro de 2018.

Conforme a denúncia, o réu tentou matar a facadas a ex-companheira por não concordar com a separação. Na ocasião, a filha e o genro dela tentaram defendê-la, sendo também atingidos por golpes de faca. Ele ainda descumpriu medida protetiva vigente, que o proibia de ter contato com a mulher.

No caso da ex-companheira, foram consideradas as qualificadoras de feminicídio, motivo fútil, uso de meio cruel e de recurso que dificultou a defesa da vítima. Nas outras tentativas de homicídio, foi assinalada a qualificadora de recurso que dificultou a defesa das vítimas. Fonte: Assessoria MPPR / Foto: PMPR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui