O município de Sengés está oficializando através de projeto encaminhado à Câmara de Vereadores, a sua adesão ao consórcio nacional de municípios para compra de vacinas contra a Covid-19. O município já é signatário do consórcio porque os prefeitos tinham até a última sexta-feira (5) para formalizar o ingresso no grupo.

A iniciativa de se formar um consórcio foi lançada no dia 1º pela Federação Nacional de Prefeitos, durante encontro que reuniu 300 mandatários de todo o país. No encerramento do prazo mais de 1.700 prefeitos já haviam formalizado a adesão, sendo 24 capitais. Juntos, esses municípios representam 30,5% das cidades e 125 milhões de brasileiros.

De acordo com o prefeito Pezinho, trata-se de uma alternativa para comprar vacinas caso o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde não consiga atender toda a demanda da população. “Na verdade, estamos nos antecipando à uma possível falha do PNI e tendo respaldo jurídico para comprar as vacinas necessárias à nossa população caso seja necessário”, enfatiza o prefeito.

O próximo passo agora é definir as formas de financiamento para aquisição das vacinas, decisão que deve ser tomada em conjunto pelo consórcio. “A única coisa que não podemos fazer agora é ficar de braços cruzados”, diz Pezinho, que ainda acredita na capacidade do Governo Federal e do Governo do Estado de atender a população o mais rapidamente possível. Fonte: Assessoria / Foto: Divulgação PMS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui