A Residência Médica em Dermatologia da Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana fechou as inscrições do processo seletivo com um número recorde de 70 candidatos. Com a oferta de duas vagas nesta especialidade, a concorrência está em 35 por 1.

Já o número de concorrentes para residência em medicina da família e comunidade são de 5 para duas vagas. As provas serão realizadas no próximo domingo (29), seguindo todos os protocolos de enfrentamento ao coronavírus.

O teste seletivo da residência em Dermatologia da AMS despertou o interesses de candidatos de Apucarana, várias cidades do Paraná e de outras regiões do país. “O credenciamento, em outubro deste ano, Ambulatório de Especialidades Dermatológicas – Residência Médica- da Autarquia Municipal de Apucarana (AMS) da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) gerou um maior interesse pela residência”, avalia o presidente da AMS, Roberto Kaneta.

“Nossos programas de residências são vinculados a uma autarquia que presta serviço público de saúde e não a uma instituição de ensino superior como acontece na maioria dos casos”, acrescenta Kaneta.

A residência em Dermatologia é desenvolvida dentro do Ambulatório de Especialidades Dermatológicas – Residência Médica- da Autarquia Municipal de Apucarana (AMS) que entre 2019 e 2020 realizou mais de 8 mil consultas, 1.258 sessões de fototerapia, 1.534 pequenas cirurgias e 585 outros procedimentos. A equipe é formada por 6 residentes, 5 dermatologistas, um cirurgião plástico, um cirurgião oncológico, um patologista e um micologista, uma enfermeira e duas auxiliares de enfermagem.

O credenciamento dos programas de residências Multiprofissional e Médica pela Autarquia Municipal de Saúde, junto ao governo federal, foi oficializado em 2016. Ainda naquele ano, 27 profissionais iniciaram a pós-graduação de dois anos, com carga horária de 60 horas semanais, sendo 48 horas de trabalho de campo e 12 horas de estudos.

O prefeito Junior da Femac afirma que, desde que os programas de residências foram implantados na AMS, já foram formadas cinco turmas, somando mais de 150 profissionais. “Agora, estamos novas vagas. O ensino e a pesquisa estão dentro da Saúde de Apucarana, qualificando o ambiente e o nível de atendimento”, frisa Junior da Femac. Fonte: Comunicação / Foto: Divulgação PMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui