O primeiro emprego é uma dificuldade para os mais jovens, sobretudo pela falta de experiência e qualificação. Para agir nesta questão social, a Prefeitura Municipal, através da SMECEL (Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer) mantém o Programa Jovem Aprendiz. No mês de abril 30 jovens foram inseridos no mercado de trabalho, os quais passaram por um processo seletivo da prefeitura e empresas.

Iniciaram os cursos teóricos de Auxiliar de Linha de Produção 27 alunos e Assistente Administrativo (03 alunos). Eles serão preparados para desempenhar atividades profissionais e ter capacidade de discernimento para lidar com diferentes situações no mundo do trabalho. Ao mesmo tempo o programa permite às empresas formarem mão de obra qualificada, cada vez mais necessária em um cenário econômico em permanente evolução tecnológica.

No último dia 22 de abril os alunos começaram com a fase prática nas empresas parceiras. As contratantes são a BrasPine, BioPaper, Lupa Fertilizantes, Supermercado Teixeira, Valor Florestal e Arauco. Devido à pandemia, todos são maiores de 18 anos.

Criado em 2005, mas fortalecido e readequado a partir de 2009, o Jovem Aprendiz é mantido pela prefeitura, agora dentro da SMECEL e convênio com o Senai. A prefeita Alcione Lemos destaca que nesses 15 anos, aproximadamente 1.300 jovens e adolescentes passaram pelo programa, e desses, 950 concluíram a primeira experiência profissional com sucesso. Fonte: Assessoria / Foto: PMJ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui