Em virtude das últimas notícias do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) de que servidores públicos municipais teriam recebido o Auxílio Emergencial de forma irregular, a Prefeitura de Ibiporã informa que o Município, no intuito de transparecer a verdade, se solidariza com os servidores relacionados na referida matéria e tem trabalhado para esclarecer os fatos.

De acordo com a diretora do Instituto de Previdência de Ibiporã (IBIPREV), Flavia Cristina Masuda Ruiz, 74 pessoas, sendo dez servidores da ativa e 64 aposentados, tiveram o Auxílio Emergencial gerado pela Caixa Econômica Federal, porém, não fizeram a solicitação. “Nós averiguamos que essas pessoas entraram automaticamente na lista de beneficiários do Governo Federal, por conta de terem os seus nomes no Cadastro Único (CadÚnico)”, explicou.

A inscrição no Cadastro pode ocorrer por diversos motivos, como, por exemplo, o cidadão que precisa comprar medicamento com desconto, ou que recebeu, em algum momento, qualquer tipo de auxílio do Governo. Para essas pessoas, o Auxílio Emergencial foi creditado automaticamente pela Caixa.

Ainda de acordo com a diretora do IBIPREV, muitos nem sabiam que tinham o critério para receber. “O Governo Federal criou contas virtuais para essas pessoas na Caixa Econômica Federal, porém, a maioria não recebe sua aposentadoria ou salário neste banco. Sendo assim, só souberam que os seus nomes estavam na lista divulgada pelo TCE após a divulgação pela mídia”, destacou Flávia.

Sendo assim, a Prefeitura do Município de Ibiporã orienta sobre como proceder para a fazer a devolução da quantia creditada. “Estamos orientando para que essas pessoas procurem a Caixa Econômica e informem o ocorrido. Pedimos para que levem a documentação que comprove, por exemplo, que elas fazem parte do CadÚnico, e assim esclareça o equívoco”, finalizou a diretora do IBIPREV.

A Prefeitura informa que está à disposição dos servidores ativos e inativos que tiveram os nomes relacionados para auxiliá-los com a documentação.

Fonte: Danilo Pomin – Núcleo de Comunicação Social/PMI – Foto: Geraldo Bubniak/AEN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui