A administração municipal realizou na tarde desta última segunda-feira (7) mais uma entrega oficial de obras e serviços. Desta vez foi a FM Rádio Jaguariaíva, patrimônio cultural e histórico do município, que passou por um processo de migração documental, de equipamentos e forma de transmissão das ondas sonoras.

O ato contou com a presença de funcionários da Rádio Jaguariaíva e Secretaria de Comunicação Social (Secom) e do prefeito municipal, José Sloboda (Juca), no prédio da emissora.

Antes do descerramento da placa, o prefeito José Sloboda, falou da satisfação de concluir o processo, agregado a qualidade dos equipamentos e instalações, com economia do dinheiro público.

Apresentada pelo locutor Márcio Schimiguel, a cerimônia foi transmitida ao vivo já pela FM, que funcionou por um período em caráter experimental. Ele informa que a rádio seguirá com funcionamento simultâneo até o final do ano em FM e também em AM. Sobre o perfil da Rádio Jaguariaíva neste novo ciclo, ele conta que ela seguirá uma programação eclética, com música para todos os gostos, entretenimento, prestação de serviço e, principalmente cobertura das notícias da cidade, com destaque para o espaço institucional de informações e prestações de contas da Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores, visto que se trata de uma rádio com outorga para a administração municipal.

Na oportunidade foi homenageado um dos funcionários mais antigos da Rádio, o locutor Pedro Gonzaga, que ficou bastante emocionado ao receber das mãos do prefeito Juca a placa de homenagem. Representando os funcionários aposentados esteve o locutor Renato Cordeiro,  com cerca de 50 anos de Rádio Jaguariaíva.

Sobre a trajetória da Rádio Jaguariaíva falou o historiado Rafael Pomim Lopes, lembrando de nomes como Dario Darif e Silas Gerson Aires, pioneiros da emissora. Também deixou sua mensagem o secretário de Governo e Comunicação Social, Marlus Barbosa Pereira. Ele valorizou o trabalho de todos no processo de transição da AM para FM, desde a equipe da emissora até àqueles que atuam nos processos licitatórios no prédio da prefeitura.

Pioneira –  Após completar 72 anos de história, o sonho da Frequência Modulada (FM) se realiza em uma das únicas rádios administradas por um município no Brasil.

Fundada no dia 8 de novembro de 1948, a emissora faz parte da história de Jaguariaíva, chegando a todo território urbano e rural em Amplitude Modulada, levando a boa música, notícias, esporte e programas variados através da AM 1330.

Após o Ministério das Comunicações tornar optante a migração, o investimento para a transição veio por meio de esforços do prefeito José Sloboda para modernizar a emissora que, com a frequência FM, levará o nome de Jaguariaíva ainda mais longe e com mais qualidade de som.

A Rádio Jaguariaíva foi adquirida pelo município em 1982, mas foi em 2011 que o prédio atual, localizado na Cidade Alta, foi readaptado e recebeu uma grande revitalização, na gestão do prefeito Otélio Renato Baroni. Também recebeu melhorias em potência, aumentando de 250 watts para 1000 e, posteriormente de 1000 para 10.000 watts, além de realização de concurso público para servidores.

Em 2020 recebe novos equipamentos, uma nova torre, novo transmissor, novos processadores e, enfim, a nova frequência 99,7.

Pelos estúdios da RJ, que já foram situados na Avenida Antônio Cunha (atual Calçados Catarinense), já passaram dezenas de locutores, inclusive seu fundador, senhor Dariu Darif (in memorian), com um programa de grande audiência, até com correio elegante.

Hoje a equipe de servidores da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) que conduzem a programação é composta pelos locutores Michela Kalil, Heron Fernando, Carla Priscila, Marcio Schimiguel, Pedro Gonzaga e o diretor de Rádio e Televisão, Aguinaldo Silva. Para ouvir a Jaguariaíva FM é só sintonizar 99,7 no rádio ou buscar na internet. Fonte: Comunicação / Foto ilustrativa: Unsplash.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui