Dois novos médicos começaram a atender nas Unidades Básicas de Saúde do município nesse início de janeiro de 2020. Os profissionais contratados, Dra. Adriana Spainer e Dr. José João Ribeiro, vão reforçar a equipe e suprir a demanda que acumulou após a saída de alguns profissionais.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Vanderlene Silveira de Rezende, as contratações foram realizadas por meio de um processo de chamamento público, autorizado pela Lei nº 2.036/2019. A lei estabelece que a contratação dos profissionais será pelo prazo de um ano, podendo ser prorrogado uma vez por igual período, caso seja comprovada a situação excepcional, até que seja possível realizar novo concurso público.  “Com os pedidos de exoneração, por motivos pessoais, dos médicos que atuavam nas UBSs o atendimento ficou comprometido, por isso foi necessário recorrer a esse tipo de contratação emergencial”, explicou.

Para o prefeito Wagner Martins a Saúde sempre é uma prioridade. “Ter médicos para atender a população é muito importante, logo no início da gestão várias contratações foram realizadas, mas infelizmente eles tiveram que sair e não havia mais profissionais aprovados no concurso para serem chamados, então fizemos o possível para suprir essa demanda na área de saúde e garantir um melhor atendimento para nossa população”, disse o prefeito.

Os médicos vão atuar em dias alternados para diminuir a fila de espera por consultas. O Dr. José João atende na UBS da Família (posto da mulher) para atendimentos ginecológicos e Dra. Adriana está atendendo no Posto Central e futuramente vai fazer atendimentos nos outros postos de saúde, inclusive no Distrito da Triolândia. “Precisamos intensificar os atendimentos no posto central, que é o mais procurado, então a Dra. Adriana a princípio vai fazer os atendimentos no Posto Central e depois vamos organizar os cronogramas para que ela possa atender em outros postos”, frisou Vanderlene.

O agendamento foi adotado para organizar o atendimento, contudo a secretária enfatizou que pacientes não ficam sem atendimento. “Queremos melhorar o atendimento para evitar que as pessoas precisem chegar de madrugada e fiquem esperando para conseguir uma consulta, mas os pacientes não vão ficar sem atendimento. Todos passam pela triagem para classificação dos casos e as urgências recebem o direcionamento necessário”, esclareceu a secretária.

No cronograma de atendimentos está previsto também reservas de consultas para moradores da zona rural que tem maior dificuldade em procurar a unidade de saúde. Entretanto, casos de emergência também são direcionados conforme necessidade.

Fonte: Assessoria / Foto: Pixabay

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui