O Programa Paraná Mais Orgânico (PMO) é uma política pública de apoio à produção orgânica de alimentos criada e mantida pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (SETI), por meio de recursos do Fundo Paraná. O PMO completou 10 anos, tendo como foco a formação de recursos humanos e a inovação tecnológica em agroecologia e produção orgânica na agricultura familiar.

Ancorada nas sete Universidades Estaduais distribuídas por todas as regiões do estado e no Centro Paranaense Referência em Agroecologia (CPRA), o Paraná Mais Orgânico contribuiu para que o Paraná se tornasse o Estado com o maior número de propriedades certificadas do país. Segundo o portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Paraná é responsável por 17,1%  dos produtores de orgânicos certificados, sendo ao todo 3.490 propriedades.

Baseado na importância do Programa e ainda com intuito de ampliá-lo, o Deputado Estadual Goura Nataraj promoverá na próxima terça-feira, 11 de fevereiro, uma audiência pública a partir das 9h no Plenarinho da Assembleia Legislativa. “Vamos debater em audiência pública o fortalecimento de políticas públicas de incentivo à produção de alimentos orgânicos no Paraná”, destaca o deputado que faz parte da frente parlamentar em defesa do meio ambiente, agricultura urbana, alimentação consciente e autor do projeto de lei Curitiba e Região Livres de Agrotóxicos, que está em andamento.

Para o coordenador do Paraná Mais Orgânico da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná), Prof. Dr. Rogério Macedo, a parceria que o Deputado Goura propôs à SETI, sobretudo a emenda parlamentar, possibilitará o fortalecimento do Paraná Mais Orgânico, tendo em vista a necessidade de aumento no número de produtos orgânicos para atender a Lei 16.751/10, que institui a alimentação escolar orgânica em todo o sistema estadual de ensino do Paraná. O objetivo é incluir alimentos orgânicos gradualmente na alimentação dos alunos das mais de 2 mil escolas estaduais, até chegar a 100% da merenda em 2030.

A audiência pública é aberta para todos e acontecerá no dia 11/02 das 9h às 12h no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná localizada na Praça Nossa Senhora de Salete, s/n – Centro Cívico, Curitiba – PR. “Conto com a presença daqueles que buscam apoiar uma política pública que atenda gratuitamente o agricultor familiar com assistência técnica até a certificação da produção orgânica “, finaliza professor Rogério.

Fonte: Daniani Souza – Assessoria PMO / Foto – Arte: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui