O prefeito Marcelo Belinati apresentou, nesta última quarta-feira (1°), durante transmissão ao vivo realizada em seu gabinete, o posicionamento oficial do Município em relação ao Decreto Estadual Nº 4.942, que suspendeu atividades consideradas não essenciais pelo período inicial de catorze dias.  Londrina, que centraliza a 17º Regional de Saúde, foi incluída entre o rol de cidades que devem adotar medidas mais restritivas de isolamento social contra o novo coronavírus, entre elas o fechamento do comércio. O Município solicita à Secretaria Estadual de Saúde que seja revista a interpretação dos índices da situação local.

Marcelo explicou que Londrina se preparou para a pandemia com antecedência e que investiu mais de R$40 milhões em recursos públicos. O planejamento incluiu a suspensão, no final de março, das atividades econômicas, dentre muitas outras ações. “Desde o início, Londrina, por meio da união com a Câmara Municipal, empresários, sindicatos e toda população, vem adotando todas as medidas preventivas e de assistência, preconizadas pelas melhores autoridades e pesquisadores do mundo. Fomos uma das primeiras cidades do Brasil a tornar obrigatório o uso de máscaras de proteção, fomos uma das primeiras a adotar o isolamento social quase total. Tudo isso nos permitiu alcançar um cenário efetivo no combate à pandemia”, citou. Fonte: Assessoria / Foto: Emerson Dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui