A Prefeitura de Bandeirantes realizou nos dias 09 e 10 (quinta e sexta-feira) a entrega dos kits de alimentos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Ao todo foram mais de 3 mil kits distribuídos entre os estudantes que frequentam as 11 escolas municipais e os 08 CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil).

Através da Resolução 003/2020 foi instituída a distribuição dos kits de alimentos do PNAE com a garantia de que todos os alunos da rede municipal pudessem receber os produtos no período de suspensão de aulas devido a pandemia da Covid-19.

Para a elaboração dos kits, determinada por equipe de nutricionistas, a composição foi baseada em valores nutricionais conforme a idade escolar dos alunos, com gêneros alimentícios minimamente processados, assim como outros itens provenientes da agricultura familiar. “Produtos da agricultura familiar que, aliás, são adquiridos através de compra pública como uma maneira para incentivar a economia local”, mencionou a secretária da Educação, Valquíria Aparecida Bonacini Martins.

Ela explicou ainda que a quantidade e a relação dos produtos são determinadas de acordo com os grupos e turmas de alunos correspondentes. “O que há no kit dos alunos do 1º Ano não tem nas dos 4º Ano, porque os valores nutricionais são diferentes para cada idade. Vale frisar que não se trata de uma cesta básica. O atendimento é referente aos gêneros alimentícios correspondentes ao cardápio utilizado durante as aulas”, explicou.

A distribuição dos kits ocorreu nas unidades escolares ‘estratégicas’ onde os pais seguiram cronograma com datas e horários, dividido por segmento, para a retirada dos kits. Todo protocolo de segurança sanitário foi devidamente seguido para evitar o contágio do novo Coronavírus, como a higienização das mãos com água e sabão, disponibilização de álcool gel a 70%, utilização de máscaras, distanciamento social e evitando que pessoas inseridas nos grupos de risco fossem até as escolas.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Educação, parte dos investimentos financeiros para a aquisição dos alimentos acontecem via repasse feito pelo PNAE no valor de R$ 0,53 por aluno. Entretanto, é apenas uma contribuição, já que a verba per capita é baixo demais para a realização de uma merenda escolar de qualidade. Para respeitar o valor nutricional exigido do aluno, a Prefeitura de Bandeirantes e a Secretaria da Educação custeiam a maior parte através de verbas oriundas da fonte livre financeira da municipalidade. Fonte: Assessoria / Foto ilustrativa: Gilson Abreu-AEN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui