Decisão foi anunciada em um comunicado de dom Antonio Braz Benevente; celebração será transmitida apenas pelas mídias sociais

A missa de cura e libertação no Santuário São Miguel Arcanjo, em Bandeirantes, no próximo dia 29 de maio de 2020 será celebrada sem a presença de público, o que acontece pelo terceiro mês consecutivo por causa da pandemia de coronavírus. A decisão foi anunciada pelo bispo da Diocese de Jacarezinho, dom Antonio Braz Benevente, após reunião do Conselho de Presbíteros realizada na noite do dia 21 de maio, quinta-feira, e vale para todas as paróquias e santuários da diocese.

Em um comunicado emitido nesta sexta-feira, dia 22 de maio, dom Antonio diz que reconhece a vontade de padres e leigos em ter a presença de fiéis nas celebrações, mas argumenta que a curva de contágio do coronavírus está aumentando no Norte Pioneiro e, além disso, a diocese faz divisa com o Estado de São Paulo, onde a situação é ainda mais grave.

O comunicado de dom Antonio informa também que a restrição da presença de fiéis nas missas fica estendida até o dia 26 de junho de 2020.

Na quinta-feira, dia 21 de maio, a Secretaria de Saúde do Estado emitiu uma resolução autorizando a realização de atividades religiosas em todo o Paraná, desde que sejam obedecidos alguns cuidados básicos, tais como a limitação da capacidade de lotação dos templos em 30% e o uso de máscaras pelos fiéis.

Mesmo com a liberação parcial, o Conselho de Presbíteros da Diocese de Jacarezinho achou melhor manter a restrição, pelo menos por enquanto, pelos motivos já expostos.

Sendo assim, a missa de cura e libertação no Santuário São Miguel Arcanjo será transmitida apenas pela TV Web e outras mídias sociais.

Fonte: Eli Araújo / Foto: Eduardo Esteves

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui