Arapongas, na região Norte do Paraná, é um exemplo da política de parceria que o Governo do Estado tem com as cidades, para promover melhoria no espaço urbano e alavancar a qualidade de vida da população. Em Arapongas, um pacote de ações que soma R$ 13,1 milhões abrange remodelação da praça mais antiga e popular da cidade, revitalização de uma das mais importantes ruas, escola nova para o ensino médio, um local para feira gastronômica em local coberto.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirma que ações como essas impactam diretamente na população. “Estamos trabalhando desde o ano passado com planejamento, pensando em obras que melhorem a vida das pessoas nos locais onde elas vivem. O Governo do Estado e os municípios trabalham juntos, remando na mesma direção para o avanço do Paraná”, afirma o governador.

Desde 2019, o Governo do Estado direcionou aos municípios cerca de R$ 1 bilhão para obras e aquisição de máquinas e equipamentos. Além disso, mais cerca de  R$ 1 bilhão será aplicado diretamente nos municípios. Desse novo montante, cerca de R$ 400 milhões virá do próprio orçamento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas. A outra parte, estimada em R$ 600 milhões, foi obtida por empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).  “O montante será aplicado diretamente nas cidades para ajudar a gerar emprego e renda em todas as regiões, amenizando os impactos da pandemia do novo coronavírus”, disse Ratinho Junior.

Um destaque na política de apoio aos municípios é que nem mesmo os problemas causados pela  pandemia interromperam o atendimento do Governo às prefeituras. A Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas e o Paranacidade fortaleceram o uso de recursos tecnológicos para manter os trâmites dos projetos municipais e garantir o andamento de obras e aquisições.

ENTREGUES – Em Arapongas, do pacote de obras, duas estão concluídas e foram entregues à população. Uma delas é a modernização da Praça Doutor Julio Junqueira, mais conhecida como Praça Mauá, que custou R$ 1,4 milhão. A outra é a reforma da Rua Pavão, que recebeu R$ 3,7 milhões. Os recursos são do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM),  administrado pelo Paranacidade e a Fomento Paraná .

“Arapongas é uma grande parceria do Governo do Estado. E o pedido do governador Ratinho Junior é para que estejamos sempre próximos aos municípios, ajudando com obras que levem desenvolvimento”, destaca o secretário do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega.

A próxima intervenção a ser concluída é a Feira da Lua. Com investimento de R$ 2,3 milhões, também em parceria com o Estado, o espaço gastronômico ficará pronto no segundo semestre deste ano.

Para o ano que vem, há a previsão de entrega da Escola Estadual Alto da Boa Vista. As obras deste centro educacional estão orçadas em R$ 5,7 milhões, em um investimento direto do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar).

“São ações importantíssimas. Mesmo em meio a uma crise mundial, econômica e financeira, Arapongas consegue avançar, com obras que geram emprego e ajudam a combater a dificuldade”, diz o prefeito Sérgio Onofre.

MUITO BOM  – A Praça Doutor Júlio Junqueira é um dos principais pontos da região central de Arapongas. Construída nos anos de 1940, tem 9.500 mil metros quadrados e ganhou um novo paisagismo, além da realocação de equipamentos e mudança nos espaços de circulação. Passou a contar com academia para a terceira idade, estacionamentos, rampas de acessibilidade e bicicletário. O antigo chafariz foi preservado.

Mauro Ribeiro de Araújo, aposentado, é frequentador assíduo do espaço. Com fone de  ouvido para apreciar os sucessos de antigamente, Araújo costuma se sentar em um banco, sempre ao sol, para admirar o movimento das pessoas, especialmente das crianças, encantadas com os brinquedos instalados no local. “Isso aqui ficou muito bom, nota 10. Antes era feio, com pessoas drogadas aqui. Agora está tudo bonito”, afirma.

O lugar é parada obrigatória também da comerciante Vanusa Rodrigues. No trajeto de volta para casa, ela relaxa por alguns minutos na praça, deixando a filha pequena pular entre as árvores. “É um passeio gostoso. A praça está confortável e segura. À noite fica toda iluminada, uma beleza.”

CARA NOVA – A Rua Pavão, importante ligação viária de Arapongas, também está de cara nova. Recebeu recapeamento em 34 mil metros quadrados e pavimentação asfáltica, em uma extensão de 3,2 quilômetros. A obra incluiu, ainda, calçamento e alambrados para via de pedestres, sinalização viária (vertical e horizontal), ordenamento do trânsito com construção de três rotatórias, além de arborização e nova canalização do Rio Bandeirantes.

A zeladora Ruth Oliveira Assis cruza a rua todos os dias a pé na volta do trabalho. Percebeu que com a caminhada ganhou mais leveza e segurança. “Antes era perigoso, escuro e não tinha acostamento. Agora ficou bonito, agradável”, diz Ruth.

José Carlos Francisco, aposentado, mora há 12 anos em uma rua menos movimentada que corta a Pavão. Para ele, o local ganhou muito com a parceria entre o Estado e o município. “A rua ficou mais limpa, com esgoto bem feito. E melhorou a segurança também. Desde a reforma não teve mais acidente aqui”, conta.

FEIRA DA LUA –Dentro do pacote de ações, Arapongas ganhará, também, um significativo espaço de lazer. Tradicional ponto de encontro da cidade nas quintas-feiras, a Feira da Lua passará a ser diária, com cobertura e novas opções de diversão.

O obra inclui cobertura parcial da Rua Jandaia e passeio público, onde estarão localizados a área para a circulação e estacionamento de veículos, ciclovia, rampa elevada; calçada e grama no acesso à edificação; calçada com bancos em bloco de concreto, vagas para food truck, lixeiras, bicicletário; espaço para palco, camarim, depósito e banheiro e playground. A intenção da prefeitura é que o local, além da feira gastronômica, passe a receber também shows, festas e outras promoções de interesse comunitário.

ESCOLA – Esperada há mais de dez anos pela comunidade, a Escola Estadual Alto da Boa Vista deverá ser entregue em maio de 2021. As obras seguem em ritmo intenso. A unidade vai atender até 1,2 mil estudantes.

De acordo com a prefeitura de Arapongas, serão 3,7 mil metros quadrados de área construída, com 20 salas de aula, área administrativa, biblioteca, laboratórios, sala ambiente, cozinha, refeitório, banheiros e ginásio com quadra poliesportiva.

O governador Ratinho Junior lembra que a nova estrutura educacional vai resolver um antigo problema logístico dos moradores da região. Muitos alunos que moram próximo da nova escola precisavam utilizar transporte escolar para estudarem em outros colégios porque não havia vagas na região.

O novo colégio, ressalta o governador, irá resolver essa situação. “É uma escola muito boa que a Fundepar está construindo. Um amparo importante para o município”, afirma Ratinho Junior. Fonte: Aenpr / Foto: Gilson Abreu

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui