A chegada recente de novas empresas ao município de Apucarana, Farmácias São João e Box Atacadista, contribuiu para a injeção direta de pelo menos R$ 22 milhões na economia local e a geração de 235 novos postos de trabalho. “A primeira, no ramo farmacêutico, chega com quatro grandes lojas, sendo que três já inauguradas, representando investimento na ordem de R$8 milhões e 115 empregos diretos. Já o Box Atacadista, do Grupo Verona, abriu há poucos dias uma moderna unidade de atacarejo com investimento de R$12 milhões e 120 empregos diretos”, relata o prefeito Júnior da Femac.

Ele recorda que desde o ano de 2013, a gestão Beto Preto tem dado respaldo aos empresários locais, dialogado e aberto as portas da cidade a inúmeros investidores externos. “Grupos econômicos que pesquisaram, analisaram e enxergaram em Apucarana os avanços socioeconômicos viabilizados pela administração municipal neste período. Hoje estamos dando prioridade ao enfrentamento da pandemia, executando ações visando a contenção da doença para a preservação da vida de todos os apucaranenses, mas é importante lembrar do fortalecimento de diversos setores em nossa cidade nos últimos anos, sobretudo o econômico, através da capacitação de milhares de trabalhadores e apoio aos empreendedores”, avaliou o prefeito Júnior da Femac.

Segundo ele, o novo momento do município tem refletido em todos os setores, não só o econômico. “Apucarana venceu anos de retrocesso e retomou seu posto de polo regional. A fixação de novos empreendimentos na cidade, mesmo em tempos difíceis como o que vivemos atualmente, é prova concreta da solidez das políticas públicas em vigor, que englobam não só aspectos econômicos, mas excelentes índices de desenvolvimento humano (saúde, educação, geração de emprego e renda, longevidade), expansão da rede de esgoto sanitário de 24% para mais de 80%, oferta de mão de obra qualificada através do polo universitário, bem como confiabilidade e eficiência da gestão pública”, informa o prefeito, lembrando que no ano passado, estudo do Conselho Federal de Administração concedeu à Prefeitura de Apucarana o 1º lugar no Paraná e o 7º lugar a nível nacional em eficiência na gestão pública entre municípios do Brasil com mais de 100 mil habitantes. “Reconhecimento que avaliza tecnicamente as nossas ações e também atrai a confiança de investidores externos”, assinala Júnior da Femac.

Garantia de R$170 milhões em outros investimentos

Ao longo do ano passado, a Prefeitura de Apucarana, por intermédio da Secretaria da Indústria, Comércio e Emprego, atraiu outros investimentos empresariais que somaram outros R$170 milhões. “Empresas que chegaram graças à privilegiada logística de Apucarana, o estreito relacionamento com o Governo do Estado e outras lideranças empresariais, além do momento de pacificação política na cidade, com a oferta inicial de 460 novos postos de trabalho”, cita o prefeito Júnior da Femac.

Empresas como a Borges & Rossa, com matriz na cidade de Capinzal, em Santa Catarina, com investimento de R$ 20 milhões no distrito de Caixa de São Pedro, mediante implantação de dezesseis aviários, com área de 45 mil metros quadrados e com capacidade para produção de 700 mil frangos a cada 45 dias. O grupo empresarial Forus, que mantém várias empresas, entre elas a Forquímica (Cambira), com uma nova planta em Apucarana, numa área de seis alqueires na BR-376, junto à Indústria Eletran, com investimento inicial de R$40 milhões numa fábrica de produtos biológicos para a agricultura. A indústria Workflex Company, estabelecida no Parque Industrial Oeste com investimento de R$ 7 milhões para ampliar sua linha de produção em Apucarana agregando um novo produto: a bota “7 Léguas”, entre outros empreendimentos.

Fonte: Assessoria / Foto: Divulgação PMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui